A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Indivíduo e Sociedade. EU Compositor(es): Marcelo Birck /Frank Jorge/Alexandre Birck/Carlo Pianta Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Indivíduo e Sociedade. EU Compositor(es): Marcelo Birck /Frank Jorge/Alexandre Birck/Carlo Pianta Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem."— Transcrição da apresentação:

1 Indivíduo e Sociedade

2 EU Compositor(es): Marcelo Birck /Frank Jorge/Alexandre Birck/Carlo Pianta Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim Quando acontece um grande amor assim como você e eu o tempo passa por nós dois não lembro o que aconteceu Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim Mas nem por isso vou ficar a questionar os erros meus Você precisa procurar Achar o que você perdeu Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem eu possa confessar alguma coisa sobre mim PATO FU

3 Indivíduo e Sociedade Que papel a sociedade pode exercer sobre o destino dos indivíduos? Como a sociedade afeta o nosso eu? Título: No fear Local: Guiné-Bissau Autor: Artur Cardoso Título: Edite Local: Covêlo do Monte – Amarante Autor: António Jorge Nunes

4 Indivíduo e Sociedade O principal objeto de pesquisa da Sociologia é o próprio processo de socialização. As instituições sociais são os nossos centros de memória. Família, trabalho, escola, comunidades, partidos são instrumentos para nos tornar mais sociais.

5 Indivíduo e Sociedade QUEM SOU EU? Ninguém sabe ao certo o que é até ser socializado. A sociedade nos diferencia da natureza e nos dá uma identidade. Nossa identidade é construída nos diversos grupos sociais e instituições que participamos. As principais instituições que socializam os indivíduos são a FAMÍLIA, a ESCOLA, a RELIGIÃO, o TRABALHO, os MEIOS DE COMUNICAÇÃO, a vida POLÍTICA na comunidade ou através de AGREMIAÇÕES E PARTIDOS.

6 indivíduo sociedade Processo de socialização Formação de identidade família bairro escola religião Estado Indivíduo e Sociedade

7 FAMÍLIA As famílias das diversas culturas do mundo tiveram como seu momento primordial as relações de CONSANGUINIDADE

8 Indivíduo e Sociedade Que papel as famílias exercem na SOCIALIZAÇÃO? O exemplo mais ilustrativo é o horário das refeições. Se a criança é alimentada somente em horas determinadas, seu organismo é forçado a adaptar-se a esse padrão. E, ao realizar o processo de adaptação, suas funções sofrem uma modificação.(...)Poderíamos dizer que a sociedade não apenas impõe seus padrões de comportamento da criança, mas estende a mão para dentro de seu organismo a fim de regular as funções de seu estômago. Fonte: Peter Berger e Brigitte Berger. Socialização: como ser um membro da sociedade, In: FORACCHI e MARTINS,página 170

9 Indivíduo e Sociedade Há diversos tipos de famílias... FAMÍLIAS TRADICIONAIS FAMÍLIAS MONOPARENTAIS FAMÍLIAS RECASADAS FAMÍLIAS AMPLIADAS FAMÍLIAS NÃO CONVENCIONAIS As famílias modernas se diversificaram.

10 Indivíduo e Sociedade AS FAMÍLIAS MUDARAM Observe que o número de pessoas por família e por domicílio caiu da década de 60 para o ano 2000.

11 Indivíduo e Sociedade Para que serve a escola? Qual é a sua finalidade específica no contexto das demais relações sociais?

12 Indivíduo e Sociedade Que papel as escolas exercem na SOCIALIZAÇÃO? A escola representa uma realidade que, para os alunos, é a concretização objetiva da própria sociedade. Ou seja, para a família, a escola reproduz o mundo social. Mas também a escola é capaz, institucionalmente de orientar e corrigir os comportamentos sociais sob a sua guarda, dando um padrão ao que o indivíduo pode fazer. Para tanto, a escola é dotada de uma autoridade moral conferida pela força da lei e de seu quadro burocrático, especializado que a compõe. Fonte: Luiz Cláudio Pinho. As funções sociais da escola.

13 Indivíduo e Sociedade Como os sociólogos compreenderam as religiões? Para Durkheim, as representações religiosas são representações coletivas e expressam estados da coletividade. Se a religião possibilita uma reflexão do homem para além de si mesmo, seu principal valor está em conferir regularidade à sociedade, sem a qual a existência social está destinada ao fim. Fonte: Apostila Pitágoras, página 40.

14 Indivíduo e Sociedade A religião como instrumento de dominação ideológica A religião é o reconhecimento do homem através de um mediador. O Estado é mediador entre o homem e sua liberdade. Assim como o Cristo é o mediador sobre quem o homem descarrega toda sua divindade, toda sua servidão religiosa, assim também o Estado é o mediador para o qual desloca toda sua não-divindade, toda sua não-servidão humana. O chamado Estado cristão é o Estado imperfeito, e a religião cristã serve de complemento e de instrumento de santificação dessa imperfeição. A religião se converte para ele, portanto e necessariamente, num meio; esse é o Estado da hipocrisia. Fonte: MARX,Karl. A questão judaica. Uma contribuição à crítica da filosofia do direito de Hegel. São Paulo: Centauro Editora, Apostila Pitágoras, página 40.

15 Indivíduo e Sociedade Como os sociólogos compreenderam as religiões? Weber observa a unidade das práticas religiosas como primordialmente racionais, pelo menos relativamente, e voltadas para o mundo físico: ainda que não seja necessariamente uma ação orientada por meios e fins, orienta-se, pelo menos, pelas regras da experiência. Fonte: Apostila Pitágoras, página 41. Capa do livro Jihad, sobre o islamismo militante.

16 Indivíduo e Sociedade Qual a religião que predomina no Brasil? A distribuição das religiões, conforme o censo, oculta o enorme sincretismo religioso que marca a cultura brasileira. Faz parte de nossa identidade, a combinação de crenças e as influências recíprocas que as religiões nativas e estrangeiras tiveram entre si.

17 Indivíduo e Sociedade E os meios de comunicação? MÍDIA Conjunto dos meios de comunicação Indústria fonográfica, cinema, literatura, teledramaturgia e... Meios jornalísticos (imprensa, rádio, TV, internet) Fonte: site Repórter Brasil

18 Indivíduo e Sociedade Que poder exercem sobre nossa identidade? MÍDIA Jornalismo Notícia Fato VERDADE Fonte: site Repórter Brasil

19 Indivíduo e Sociedade Como a mídia altera as relações políticas? 1.A mídia é o principal instrumento de contato entre a elite política e o cidadão comum. 2.A mídia transforma o discurso dos políticos em discursos midiáticos, ou seja, em espetáculo para as massas. 3.A mídia produz a agenda pública, dá visibilidade às questões que ela julga relevantes. 4.A mídia busca sempre fatos políticos que permitam a gestão da visibilidade, mantendo níveis altos de audiência. Fonte: Apostila Pitágoras, página 41.

20 Indivíduo e Sociedade 1.O Brasil é uma sociedade cordial? 2.O brasileiro é um homem cordial? 3.O que é a cordialidade do brasileiro? Ilustração de Macunaíma, de Caribé

21 O que é ser um brasileiro? (...)quando eu defini o brasileiro como sendo amante do futebol, da música popular, do carnaval, da comida misturada, dos amigos e parentes, dos santos e orixás etc., usei uma fórmula que me foi fornecida pelo Brasil. O que faz um ser humano realizar-se concretamente como brasileiro é a sua disponibilidade de ser assim. Roberto daMatta, O que faz o Brasil, Brasil? Página 12. Indivíduo e Sociedade

22 Fim Indivíduo e Sociedade


Carregar ppt "Indivíduo e Sociedade. EU Compositor(es): Marcelo Birck /Frank Jorge/Alexandre Birck/Carlo Pianta Eu...queria tanto encontrar Uma pessoa como eu A quem."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google