A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

RIMONABANT 1° Ten Luciana Corrêa Endocrinologia Hospital Geral de Brasília.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "RIMONABANT 1° Ten Luciana Corrêa Endocrinologia Hospital Geral de Brasília."— Transcrição da apresentação:

1 RIMONABANT 1° Ten Luciana Corrêa Endocrinologia Hospital Geral de Brasília

2 Histórico do medicamento

3 Apesar dos avanços terapêuticos, a doença cardiovascular continua a ser a primeira causa de morte nos EUA 0 5 10 15 20 25 30 35 Número de mortes (milhares) Homens Mulheres % de todas as mortes (eixo da direita) No. de mortes (eixo da esquerda) % de todas as mortes (homens + mulheres) National Center for Health Statistics. Health, United States, 2004 With Chartbook on Trends in the Health of Americans. Hyattsville, Maryland: 2004. Dados de 2002 0 100 200 300 400 500 Doenças cardíacas e AVCs AcidentesCâncerDoenças crônicas do trato respiratório inferior Diabetes

4 RISCO CARDIOMETABÓLICO *definição de trabalho

5 Endocanabinóides: Sintetizados a partir de precursores lipídicos na célula pós-sináptica Sintetizados a partir de precursores lipídicos na célula pós-sináptica Ativam receptores CB 1 presinapticamente Ativam receptores CB 1 presinapticamente Inibem a liberação de neurotransmissores Inibem a liberação de neurotransmissores Receptores CB 1 : Desempenham um papel fundamental na ingestão alimentar, balanço de energia e metabolismo de glicose e lipides Desempenham um papel fundamental na ingestão alimentar, balanço de energia e metabolismo de glicose e lipides SISTEMA ENDOCANABINÓIDE

6 Tecido adiposo Músculo Fígado Trato GI Aumento ingesta alimentar Aumento do armazenamento de gordura Resistência a insulina HDL-C TG Captação de glicose Adiponectina Hipotálamo: fome Núcleo accumbens: motivação para comer ^ ^ ^^ CérebroTecidos periféricos Alvos central e periférico do SEC e efeitos da sua hiperatividade Bensaid M et al. Mol Pharmacol. 2003;63:908–14. Pagotto U et al. Ann Med. 2005;37:270–275. Osei-Hyiaman D et al. J Clin Invest. 2005;115:1298–1305. Di Marzo V et al. Nat Neurosci. 2005;8:585–589. Liu YL et al. Int J Obes Relat Metab Disord. 2005;29:183–187.

7 Local de ação Mecanismo Efeitos sobre... hipotálamo / núcleo accumbens  ingestão de comida Peso corpóreo Circunferência abdominal tecido adiposo  adiponectina  lipogênese Dislipidemia Resistência à insulina músculo 6  captação de glicose Resistência à insulina fígado 7  lipogênese Dislipidemia Resistência à insulina trato GI 8  sinais de saciedade Peso corpóreo Circunferência abdominal Locais de ação potencial e mecanismos de bloqueio dos receptores CB1

8 Circulação portal Fígado AGL Gordura visceral AGL=ácidos graxos livres CETP=colesterol ester transfer protein Resistência periférica à insulina Adiponectina Peso Resistência hepática insulina Produção hepática de glicose VLDL-C ricas em TG LDL-C pequenas e densas Baixo HDL-C Lipólise CETP, lipólise Dislipidemia Diabetes Tipo 2 Peso-dependente Peso-independente Sistema endocanabinóide Ing. Alimentos Bloqueio CB1 Alteração na regulação do SEC central/periférico leva à efeitos dependentes do peso e diretos pelo bloqueio do CB 1

9 estudoPublicação JAMA 2006;295:761-775 Lancet 2005; 365: 1389–97 N Engl J Med 2005;353:2121-34 Lancet 2006; 368: 1660-1672 O programa de estudos RIO

10 Dados agrupados do ano 1 no RIO de estudos em não diabéticos: eventos adversos (≥5% em qualquer grupo) 5,43,3 5,72,4 4,9 9,07,7 4,84,4 4,2 4,8 6,14,3 7,24,9 6,98,9 7,07,8 8,08,3 11,94,7 9,612,5 13,311,9 17,016,5 Insônia Ansiedade Gastroenterite Influenza Fadiga Bronquite Diarréia Tontura Sinusite Dor nas costas Artralgia Náusea Dor de cabeça Infecção do trato respiratório superior Nasofaringite Rimonabanto 20 mg n=2164 Placebo n=1254 Eventos Adversos (%) Van Gaal L et al. Lancet 2005;365:1389-97; Després JP et al. N Engl J Med 2005;353:2121-34; Pi-Sunyer FX. Circulation 2005:111;1727

11 Placebo Rimonabanto 20 mg %n=1602n=2503 Qualquer evento Qualquer evento7,213,8 Distúrbios depressivos 0,81,9 Náusea0,11,4 Alteração do humor com sintomas depressivos 0,61,0 Ansiedade0,31,0 Tontura<0,10,7 Gravidez00,5 Quatro (4) estudos RIO agrupados: eventos adversos que levaram à descontinuação durante o ano 1 Van Gaal L et al. Lancet 2005;365:1389-97; Després JP et al. N Engl J Med 2005;353:2121-34; Pi-Sunyer FX. Circulation 2005:111;1727; Scheen AJ et al. Lancet 2006; 368 : 1660-1672.

12 Rimonabanto- segurança clínica A avaliação de segurança baseada em ampla exposição de >13.000 pacientes nos programas RIO (metabólico) A avaliação de segurança baseada em ampla exposição de >13.000 pacientes nos programas RIO (metabólico) Os eventos adversos mais freqüentes relatados foram de natureza gastrointestinal, sistema nervoso e psiquiátrico Os eventos adversos mais freqüentes relatados foram de natureza gastrointestinal, sistema nervoso e psiquiátrico Os eventos adversos ocorreram habitualmente durante os primeiros meses e foram, de modo geral, de intensidade leve a moderada Os eventos adversos ocorreram habitualmente durante os primeiros meses e foram, de modo geral, de intensidade leve a moderada

13 Rimonabanto- Conclusões da segurança  Eventos psiquiátricos Incidência aumentada de eventos relacionados à depressão e ansiedade em uso de rimonabanto, a incidência global permaneceu relativamente baixa Incidência aumentada de eventos relacionados à depressão e ansiedade em uso de rimonabanto, a incidência global permaneceu relativamente baixa A maioria dos eventos adversos foram de intensidade leve a moderada e não sérios A maioria dos eventos adversos foram de intensidade leve a moderada e não sérios Sem evidência de aumento de suicidalidade Sem evidência de aumento de suicidalidade  A exposição prolongada não identificou riscos novos ou aumentados  Ausência de alterações nas variáveis laboratoriais, eletrocardiográficas ou nos sinais vitais

14 INDICAÇÕES: Sobrepeso/ obesos (IMC >27 kg/m 2 ) Sobrepeso/ obesos (IMC >27 kg/m 2 ) Obesidade abdominal – Obesidade abdominal – Circunferência abdominal aumentada Circunferência abdominal aumentada ♀: >88 cm ♂: > 102 cm ♀: >88 cm ♂: > 102 cm Fator(es) de risco cardiometabólico Fator(es) de risco cardiometabólico

15 Pacientes com IMC abaixo de 27 kg/m2 Pacientes com IMC entre 27 e 29,9 kg/m2, mas sem fator (es) de RCM associado NÃO ESTÁ INDICADO

16 CONTRA INDICAÇÕES  Mulheres grávidas ou que estão amamentando  Crianças abaixo de 18 anos  Pacientes com doença psiquiátrica grave não controlada como depressão maior  Pacientes em uso de medicamento antidepressivo  Pacientes com disfunção renal /hepática grave

17  Pacientes que estejam recebendo inibidores potentes da CYP3A4 (incluindo cetoconazol, itraconazol, ritonavir, telitromicina, claritromicina, nefazodona)  Pacientes tratados para epilepsia USO COM CAUTELA

18 Obrigada!


Carregar ppt "RIMONABANT 1° Ten Luciana Corrêa Endocrinologia Hospital Geral de Brasília."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google