A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PANORAMA GLOBAL O antagonismo entre consumismo e sustentabilidade remete ao grande esforço da sociedade em equilibrar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PANORAMA GLOBAL O antagonismo entre consumismo e sustentabilidade remete ao grande esforço da sociedade em equilibrar."— Transcrição da apresentação:

1

2 PANORAMA GLOBAL O antagonismo entre consumismo e sustentabilidade remete ao grande esforço da sociedade em equilibrar padrão e qualidade de vida... Segurança Alimentar e Nutricional (SAN)

3 DIMENSÃO ALIMENTAR & DIMENSÃO NUTRICIONAL

4 A DIMENSÃO ALIMENTAR - Produção e disponibilidade de alimentos deve ser: A DIMENSÃO NUTRICIONAL - Incorpora as relações entre o homem e o alimento, implicando na:

5

6 PERDE-SE QUANTIDADE SUFICIENTE PARA ALIMENTAR 35 MILHÕES DE PESSOAS MENSALMENTE 26,3 MILHÕES DE TONELADAS DE ALIMENTOS SÃO JOGADOS FORA ANUALMENTE. CONTRACENSO ALIMENTAR

7 DESPERDÍCIO ALIMENTAR ESTUDO REALIZADO EM 2004 PELA ORGANIZAÇÃO DAS NAÇÕES UNIDAS PARA AGRICULTURA E ALIMENTAÇÃO (FAO) REVELOU QUE O BRASIL ESTÁ ENTRE OS DEZ PAÍSES QUE MAIS JOGAM COMIDA NO LIXO. O BRASIL PRODUZ 25,7% A MAIS DE ALIMENTOS DO QUE NECESSITA PARA ALIMENTAR TODA A POPULAÇÃO. ALIMENTOS JOGADOS FORA: 182,5 Kg DE COMIDA / ANO / POR FAMÍLIA O SUFICIENTE PARA ALIMENTAR UMA CRIANÇA POR SEIS MESES Fonte: Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária

8 Pnad A fome brasileira tem uma identidade nordestina, rural, pobre, negra e de baixa escolaridade. Segundo dados da pesquisa: Os estados com situação mais grave são Maranhão (35,4%) e o Piauí (41,4%). A situação de insegurança alimentar atinge cerca de 8,6% (nível moderada) e 7% (nível grave). A situação de insegurança alimentar atinge cerca de 8,6% (nível moderada) e 7% (nível grave). Na área urbana, os dados são de 6,2% (moderada) e 4,6% (grave). A pesquisa constata que, nestes estados nem a metade das residências têm alimentação saudável e em condições adequadas. A região Sul é a que tem melhores condições.

9 DESPERDÍCIO O IBGE deu o alerta: estamos desperdiçando cerca de 6 milhões de toneladas de alimentos. MUDANÇA SUSTENTÁVEL Para evitar o desperdício, o consumidor tem que comprar bem, dar preferência aos alimentos de época que têm mais qualidade e duram mais. Aquisição de produtos locais e/ou regionais, saudáveis e dentro da sazonalidade (custo mais baixo). Aquisição de produtos locais e/ou regionais, saudáveis e dentro da sazonalidade (custo mais baixo). Respeito ao meio ambiente (contribuem para diminuir a poluição e o desperdício causado pelo transporte). Desenvolvimento de proposta do aproveitamento integral (casa, nos restaurantes, nas escolas e instituições ).

10 INOVAÇÕES ALIMENTARES Área de formulação de ingredientes e aditivos, alimentos funcionais, transgênicos e embalagens. Os novos aromas, corantes, amidos modificados, enzimas e moléculas, criados pela indústria de ingredientes e aditivos. Alimentos ditos funcionais representam a maioria das inovações em alimentos. Ex: Microorganismos probióticos, antioxidantes, imunopeptídeos, isoflavonas e outros componentes que caracterizam os alimentos funcionais.

11 NANOTECNOLOGIA Benefícios potenciais para a qualidade e segurança dos alimentos.

12 TENDÊNCIAS – WELLNESS TENDÊNCIAS – WELLNESS ALIMENTAÇÃO SAUDÁVEL: Substituição de gorduras nocivas (como as trans-saturadas) pelas benéficas (como as do tipo ômega 3 e 6). Procura por alimentos orgânicos, apesar de seus preços pouco atrativos: aqueles livres de agrotóxicos, hormônios e aditivos químicos artificiais aqueles livres de agrotóxicos, hormônios e aditivos químicos artificiais Alimentos semi-prontos (do freezer ao forno): redução de tempo de preparo de refeições. Incremento de insumos da indústria química de ingredientes, com destaque para a indústria de aromas

13 Reduzir as perdas pode significar um impacto imediato e significativo nos meios de subsistência e na segurança alimentar, para um futuro sustentável!

14

15 ESTILO DE VIDA ESTILO DE VIDA Desde Período Paleolítico, a humanidade continua basicamente com o mesmo genoma. O que mudou drasticamente foi o estilo de vida, que se tornou sedentário, à base de uma dieta hipercalórica.

16 PANORAMA DA OBESIDADE O sobrepeso atinge: Crianças (5-9 anos): + de 30%. Pop. (10-19 anos): + 20%. Mulheres: + 48%. Homens (> 20 anos): + 50,1%. Poder aquisitivo: Entre os 20% mais ricos, o excesso de peso chega a 61,8% na pop. de mais de 20 anos. Também nesse grupo concentra-se o maior percentual de obesos: 16,9%. Probabilidade de em 10 anos possamos atingir os padrões norte-americanos (a cada 3 pessoas, 2 estão acima do peso). IBGE Aponta que a obesidade cresce em todas as regiões do Brasil. DADOSDA OMS/FAO OMS/FAO A obesidade é uma realidade no Brasil, atingindo 38 milhões de adultos com mais de 20 anos 10 milhões são considerados obesos.

17 OBESIDADE INFANTIL BRASILEIRA Atinge hoje mais de 5 milhões de crianças. Em apenas 30 anos, aumentou de 4% para 18% as crianças e adolescentes do sexo masculino acima do peso. Dados da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) Fatores associados: Predisposição genética familiar Obesidade materna antes da concepção Orientação nutricional errada no Universo Escola Vs. Casa Pouca ou nenhuma atividade física realizada por crianças. As conseqüências da obesidade infantil podem ser notadas a curto e a longo prazo... Curto prazo: As desordens ortopédicas, os distúrbios respiratórios, a diabetes, a hipertensão arterial e as dislipidemias, além dos distúrbios psicossociais Longo prazo: Tem sido relatada uma mortalidade aumentada por todas as causas e por doenças coronarianas naqueles indivíduos que foram obesos na infância e adolescência

18 SAÚDE PUBLICA A obesidade é fator de risco para problemas: cardiovasculares,diabetes, hipertensão arterial e certos tipos de câncer Na saúde pública, o quadro de obesidade brasileira reflete em 1,5 bilhão na conta do Sistema Único de Saúde (SUS)

19 MUDANÇA SUSTENTÁVEL Intervenção alimentar nas escolas para a prática de planos alimentares saudáveis Estabelecer Políticas Publicas reais, destinadas a escolas públicas ou privadas, sempre baseada no principio da promoção de saúde. É na infância que se fixam atitudes e práticas alimentares que poderão persistir por toda idade adulta. INCORREÇÕES ALIMENTARES Cota excedente diária acima do ideal: 1.Teores de açúcar, 2. Sal 3.Gorduras De acordo com pesquisadores da Univ. de São Paulo, para adequar o consumo ao longo da vida, o ideal é reduzir o sódio já na infância: o que não tem acontecido com os brasileiros.

20 Considerar os princípios éticos relaciona a direito, superando práticas paternalistas, assistencialistas,discriminatórias e autoritárias. por um processo democrático, participativo, inclusivo, que se respeite as diferenças e diversidades entre a zona rural e urbana Reproduzir a campo a logística de abastecimento que possam redistribuir e armazenar, Práticas alimentares e tipos de alimentos cultivados devem ser direcionados para atendimento de Políticas Publicas com gestão de agronegócio PERSPECTIVA DE INOVAÇÃO NO SETOR ALIMENTAR E AGRONEGÓCIO O processo (como é feito) é tão importante quanto o resultado (o que é feito)!!!!

21

22

23

24


Carregar ppt "PANORAMA GLOBAL O antagonismo entre consumismo e sustentabilidade remete ao grande esforço da sociedade em equilibrar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google