A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Joana Matos nº 257 Ricardo Sá nº 224 SIM 2º Semestre Gestão do Conhecimento A importância da Gestão do Conhecimento nas organizações.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Joana Matos nº 257 Ricardo Sá nº 224 SIM 2º Semestre Gestão do Conhecimento A importância da Gestão do Conhecimento nas organizações."— Transcrição da apresentação:

1 Joana Matos nº 257 Ricardo Sá nº 224 SIM 2º Semestre Gestão do Conhecimento A importância da Gestão do Conhecimento nas organizações

2 A Globalização trouxe mudanças radicais para a economia. Tornou o conhecimento no activo de produção mais importante do Terceiro Milénio.

3 O conhecimento é o produto das sociedades modernas, milhares de informações são divulgadas e estão acessíveis através de diversos meios a toda a sociedade global.

4 Ter controlo, facilidade de acesso e manter uma gestão integrada sobre essas informações passou a ser um diferencial, para atingir objectivos desejados.

5 Como controlar e gerir essa informação?

6 É necessário gerir o conhecimento de forma integrada e relacionada, através da Gestão do Conhecimento.

7 A Gestão do Conhecimento abrange tanto a gestão da informação como a gestão das pessoas. O Conhecimento não pode ser gerido directamente – só a informação sobre o conhecimento das pessoas na organização pode ser gerida.

8 Criada para facilitar e incentivar a aprendizagem e inovação fortalece os processos internos.

9 A Gestão do Conhecimento procura melhorar os serviços e produtos oferecidos aos clientes e a memória intelectual da organização.

10 Sonda os possíveis canais de produção de conhecimento relevante. Gere os processos e caminhos que o saber percorre na instituição Estabelece uma agenda positiva das estratégias e prioridades do conhecimento

11 O Conhecimento na organização

12 Experiência Julgamento Competência Lições aprendidas O que cada informação significa e que impacto terá Incorpora muitas qualidades intangíveis:

13 Uma vez captado, tem de ser moldado conforme os objectivos da empresa.

14 O Conhecimento é reconhecido como o activo estratégico mais importante de qualquer organização e é gerado a partir do tratamento adequado da informação.

15 Deve ser articulado, capturado, armazenado e reutilizado para importantes tomadas de decisão.

16 O conhecimento útil tem de ser estabelecido com um sistema que efectue a avaliação e o controlo da informação. Assegure a qualidade da informação disponibilizada para os que dela necessitam.

17 Identificar objectivos organizacionais

18 1º Passo – Identificar onde o Conhecimento: É criado? Existe? É necessário? Como será utilizado? Como flui através da organização e entre a organização e seus parceiros externos? 2º Passo – Determinar:

19 A organização O seu funcionamento Sua estrutura e cultura As relações internas e externas As redes de comunicação formais e informais 3º Passo – Compreender:

20 Encontrar o ambiente de computação e a interface correcta juntamente com um alinhamento de todos os trabalhos de modo a converter o conhecimento dos trabalhadores em auto realização e em benefícios para as empresas, é o objectivo da Gestão do Conhecimento.

21 Como alcançar os objectivos organizacionais?

22 Com as suas capacidades O seu saber acumulado O conjunto das técnicas E métodos e procedimentos de gestão A qualidade das pessoas pode ser o diferencial competitivo num mercado globalizado:

23 Para se investir nos produtos e serviços Deve-se investir nas pessoas que os entendem e que sabem como criá-los, desenvolvê-los, produzi-los e melhorá-los. As pessoas maximizam o desenvolvimento da organização

24 As pessoas são fundamentais, na execução do trabalho, na qualificação, criatividade, inovação e parceria efectiva na perenidade do negócio. Pessoas não comprometidas com o negócio podem gerar a descontinuidade do negócio.

25 As empresas se constroem através de pessoas e nunca serão maiores ou melhores que as pessoas que a compõe (autor desconhecido)

26 Para uma boa gestão do conhecimento é fundamental que seja bem compreendido todo o processo de criação de conhecimento e os papéis de todas as pessoas envolvidas na sua criação.

27 Os Sistemas de Gestão de Conhecimento

28 Codificam as informações e classificam-nas segundo o tipo de impacto, grau e qualidade que possa vir a ter no meio, bem como as formas que o meio utiliza como reacção.

29 Inclui: Bases de dados Documentos Políticas Procedimentos Experiência implícita e a experiência armazenada na cabeça de cada um dos membros da organização

30 É um processo: Sistemático Articulado Intencional

31 Apoiado na geração, codificação, disseminação e apropriação de conhecimentos, com o propósito de atingir a excelência organizacional.

32 As organizações

33 São analisadas quanto ao que acontece no seu interior, em termos de fases, métodos e processos.

34 Muito do conhecimento envolvido nos seus processos é implícito e intangível.

35 Não está escrito e apenas existe na cabeça dos empregados. Pode estar escrito na forma de relatórios, documentação, de dificil reutilização e partilha.

36 Para que esse conhecimento possa realmente ser partilhado, reutilizado e gerido é necessário que seja escrito, de forma concreta, obedecendo normas adequadas aos objectivos da organização.

37 Mesmo quando os seus empregados chave se vão embora. Um sistema de gestão do conhecimento deve permitir a fácil reutilização da informação. É constituída por uma memória viva, capaz de guardar todo o tipo de informação vital da organização.

38 Um estudo revela que a maioria das pessoas mudam de emprego em busca de trabalhos mais desafiantes, respeito profissional e a possibilidade de influenciar a organização. pesquisa publicada pela Korn/Ferry International, Fórum Mundial de Economia de 2001 Davos, Suíça.

39 É preciso propiciar às pessoas novas formas de crescimento profissional e pessoal. As organizações bem sucedidas são as mais experientes em atrair, desenvolver e reter indivíduos com competências que trazer mais valor ao negócio.

40 Antes do profissional e do produto, até mesmo da própria empresa, está a pessoa humana em todos os níveis, quem se descuida da pessoa, perde o profissional. A pessoa e o profissional são inseparáveis (SILVA, 2004, p.1-2).

41 A Gestão do Conhecimento

42 Pode ser utilizado de inúmeras formas e varia desde simples reuniões para divulgação e análise, até as mais modernas que são fóruns e conferências pela Internet.

43 Mas o mais importante, é que tudo isso fique registado e acessível a todos na organização para consultar em qualquer altura.

44 Muitas organizações implementam estratégias de gestão do conhecimento com base em novas tecnologias e atribuem pouca importância à qualidade da informação e menos ainda às pessoas que geram o conhecimento.

45 Mas são as pessoas que trazem valor às organizações através de sua competência e interacção mútua Não devem ser consideradas como custos operacionais e sim, como fonte de receita.

46 O resultado acontecerá somente através das pessoas e da sua formação, elas serão os grandes diferenciais entre o sucesso ou insucesso de uma organização.


Carregar ppt "Joana Matos nº 257 Ricardo Sá nº 224 SIM 2º Semestre Gestão do Conhecimento A importância da Gestão do Conhecimento nas organizações."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google