A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

LEITURA NA ESCOLA: problemas e tentativas de solução Prof. Carlos Eduardo de Oliveira Klebis.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "LEITURA NA ESCOLA: problemas e tentativas de solução Prof. Carlos Eduardo de Oliveira Klebis."— Transcrição da apresentação:

1 LEITURA NA ESCOLA: problemas e tentativas de solução Prof. Carlos Eduardo de Oliveira Klebis

2 QUESTÕES CENTRAIS: 1- Sob quais circunstâncias se produzem, nos espaços educacionais, as relações entre leitores e livros? 2- Como criar, no âmbito escolar, condições favoráveis à constituição de sujeitos leitores?

3 A LEITURA EM CRISE: O LEITOR DO SÉCULO XXI; O (DIFÍCIL) ACESSO AOS BENS CULTURAIS; POLÍTICAS PÚBLICAS DE LEITURA NO BRASIL.

4 SER PROFESSOR: DIMENSÃO ÉTICA; DIMENSÃO CRÍTICA; DIMENSÃO ESTÉTICA.

5 A ESCOLA EM TRÊS TEMPOS: ETAPA DELIBERATIVA; ETAPA JUDICIÁRIA; ETAPA EPIDÍTICA.

6 A LEITURA NA ESCOLA: PRÁTICAS E HERANÇAS CULTURAIS; LEITURA ESCOLARIZADA: LER PARA QUÊ? ENVOLVIMENTO E DESENVOLVIMENTO;

7 Jean-Baptiste Camille Corot MULHER LENDO COM PAISAGEM (1869)

8 Pablo Picasso MULHER LENDO (1937)

9 A LEITURA NO PLURAL: LEITURA COMO PRODUÇÃO DE SENTIDOS; A ARTE DE LEVANTAR A CABEÇA DO TEXTO; CONCENTRAÇÃO E AMPLIFICAÇÃO.

10 TEMPOS E ESPAÇOS DE LEITURA: LEITURA ANTES E PARA ALÉM DA ESCOLA; O LEITOR NA SALA DE AULA; BIBLIOTECAS PÚBLICAS E ESCOLARES;

11

12

13

14

15

16

17

18 CONSIDERAÇÕES FINAIS

19 Apreciar ou deixar de apreciar alguma coisa resulta de um processo acontecido na história, no decorrer de relações e interações entre sujeitos e objetos(...). Entender que o gosto é produzido historicamente permite também revalorizar a importância de recontar, de rememorar a história vivida, coletivamente, para que seja possível compreender o gosto e superar o desgosto ou o contragosto em relação à leitura. Sonia Kramer

20 A linha que defendo não se interessa por comportamentos, mas sim por posturas que venham a produzir sentidos para os textos, a partir de situações significativas, vividas pelos leitores. Assim, o professor não impõe, nem "cobra", mas propõe e dispõe os textos, acompanhando (e não controlando) o desenvolvimento dos leitores e dos grupos formados em sala de aula. Ezequiel Theodoro da Silva

21 Numa sociedade onde a leitura não é uma prática social, ler na sala de aula para construir possibilidades, construir significações, torna-se perigosa subversão. Lutar por ela é lutar, onde se está, contra o status quo. Wanderley Geraldi

22 EU PREPARO UMA CANÇÃO QUE FAÇA ACORDAR OS HOMENS E ADORMECER AS CRIANÇAS Carlos Drummond de Andrade

23

24

25

26

27

28

29

30

31

32

33

34

35

36

37

38

39

40

41

42

43

44

45

46

47

48

49

50

51

52

53

54

55

56

57

58

59

60

61

62 AOS MEUS ALUNOS


Carregar ppt "LEITURA NA ESCOLA: problemas e tentativas de solução Prof. Carlos Eduardo de Oliveira Klebis."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google