A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 18 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD CONSIDERAÇÕES AULA 1/4.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 18 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD CONSIDERAÇÕES AULA 1/4."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD CONSIDERAÇÕES AULA 1/4

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

4 Na última aula tivemos todos os conceitos sobre a injeção eletrônica MP 9.0 Agora veremos: Injeção Eletrônica Multiponto CONSIDERAÇÕES INICIAIS EEC V

5 O SIGNIFICADO EEC V ELETRONIC ENGINE CONTROL V = 5ª GERAÇÃO

6 O VEÍCULO

7 CONSIDERAÇÕES INICIAIS O SISTEMA EEC V É A EVOLUÇÃO DO ANTIGO EEC-IV, SISTEMA QUE ERA APLICADO NA EXTINTA LINHA AUTOLATINA FORMADA POR FORD E VOLKSWAGEM. SÃO MUITAS AS MUDANÇAS EM SOFTWARE E DOS COMPONENTES EM GERAL.

8 ... CONTINUANDO AS MUDANÇAS SÃO EM PRIMEIRO LUGAR, NA ECU. NO SISTEMA EEC-V TEMOS UM CÉREBRO ELETRÔNICO DE GERAÇÃO MUITO ATUAL, QUE APRESENTA FALHAS DE DEFEITOS PRESENTES E PASSADOS EM SUA MEMÓRIA, PODE OU NÃO TER A LÂMPADA DE DIAGNOSE NO PAINEL.

9 ... SÃO MUITOS OS SENSORES MONITORADOS, PRINCIPALMENTE NA QUESTÃO AMBIENTAL, EM ALGUNS MODELOS DE EEC-V TEMOS INCLUSIVE A VÁLVULA EGR. É POSSÍVEL ENCONTRARMOS COM MAIS DE UMA SONDA LAMBDA, IGNIÇÃO ESTÁTICA E INJEÇÃO SEQUÊNCIAL.

10 MAIS VEICULOS...

11 A APLICAÇÃO LINHA FORD FIESTA E COURRIER KA RANGER E EXPLORER MONDEO

12 MODO DE SEGURANÇA SEMPRE QUE EXISTIR FALHA GRAVE NO SISTEMA, A ECU ENTRA NO MODO DE SEGURANÇA, QUE CONSISTE EM MANTER O TI E O AVANÇO DA IGNIÇÃO COM POUCA OU NENHUMA ALTERAÇÃO, AFIM DE PERMITIR UM CORRETO FUNCIONAMENTO DO MOTOR. EM ALGUNS CASOS NÃO HÁ A LINHA DE COMANDO DA LÂMPADA DE DIAGNÓSTICO NO PAINEL.

13 DICA TÉCNICA É MUITO COMUM, NO CASO DA RANGER, APRESENTAR MARCHA LENTA ALTA. CAUSA: SUJEIRA OU DESGASTE NO ATUADOR DE MARCHA LENTA

14 O PAINEL PRINCIPALMENTE NA LINHA NACIONAL, NÃO TEMOS A LIGAÇÃO DA ECU AO PAINEL DE INSTRUMENTOS REFERENTE A LÂMPADA DE ANOMALIA, OU ATÉ MESMO A CÓDIGO DE PISCADAS. SOMENTE VIA SCANNER, É POSSÍVEL SE FAZER A LEITURA DOS CÓDIGOS DE FALHAS AMARZENADAS NA MEMÓRIA DA ECU.

15 PAINEL FIESTA

16 ESQUEMA NA RANGER CHECK ENGINE

17 NA RANGER SEMPRE EM QUE É LIGADA A IGNIÇÃO A LÂMPADA CHECK ENGINE É ACESA. ASSIM QUE O MOTOR ENTRAR EM FUNCIONAMENTO A MESMA SERÁ APAGADA. CASO FIQUE ACESA COM O MOTOR EM FUNCIONAMENTO, INDICA QUE HÁ UMA FALHA PRESENTE NO SISTEMA.

18 DICA TÉCNICA QUANDO A LÂMPADA DE ANOMALIA FICA ACESA NO PAINEL APÓS O MOTOR ESTAR QUENTE, INDICA PROVÁVEL FALHA NO SISITEMA EGR.

19 PERGUNTA O QUE É O SISTEMA EGR ?

20 RESPOSTA EGR SIGNIFICA: RECIRCULAÇÃO DOS GASES DE ESCAPAMENTO

21 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA 19 EEC V INTRODUÇÃO Instrutor Scopino

22 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 18 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: EEC V FORD CONSIDERAÇÕES AULA 1/4."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google