A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 22 2006 INSTRUTOR: SCOPINO SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA CÓDIGOS PADRÕES OBDII APRESENTAÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 22 2006 INSTRUTOR: SCOPINO SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA CÓDIGOS PADRÕES OBDII APRESENTAÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1

2 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

3 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA CÓDIGOS PADRÕES OBDII APRESENTAÇÃO

4 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

5 Já tivemos aula sobre a introdução, sensores e atuadores do sistema de injeção eletrônica EEC V FORD Agora veremos: Injeção Eletrônica Multiponto CÓDIGOS PADRÕES OBDII

6 COMENTÁRIO INICIAL SE NÃO FOSSE O PADRÃO,TERÍAMOS VÁRIOS SISTEMAS NO MERCADO, VÁRIOS TIPOS DE CONECTORES E VÁRIOS SCANNERS SERIAM NECESSÁRIOS PARA SE FAZER UM SIMPLES DIAGNÓSTICO NO VEÍCULO. O CUSTO EM TREINAMENTOS, INFORMAÇÕES E EQUIPAMENTOS SERIAM MUITO MAIORES.

7 OBD I FOI A PRIMEIRA REGULAÇÃO QUE OBRIGAVA AS MONTADORAS A INSTALAR UM SISTEMA COM MONITORAMENTO DE COMPONENTES DE CONTROLE DE EMISSÕES. NOS VEÍCULOS A PARTIR DE 1991, OS SISTEMAS NÃO ERAM TÃO EFETIVOS NESTE CONTROLE. SEU INÍCIO OCORREU NOS EUA.

8 INTRODUÇÃO OBD II OBD II SIGNIFICA: On Board Diagnostics II DIGNÓSTICO A BORDO II É A EVOLUÇÃO DO OBD, JÁ COM A PARTICIPAÇÃO DE VÁRIAS MONTADORAS E O INÍCIO DE UMA PADRONIZAÇÃO DE LOCALIZAÇÃO, FORMATO DO CONECTOR DE DIAGNÓSTICOS E FORMA DE COMUNICAÇÃO.

9 CARACTERÍSTICAS AS CARACTERÍSTICAS DO AUTODIAGNÓSTICO A BORDO ESTÁ INCORPORADO NO HARDWARE E SOFTWARE DE UM VEÍCULO QUE MONITORA TODOS OS COMPONENTES QUE PODEM ALTERAR O CONTROLE DE EMISSÕES. CADA COMPONENTE É MONITORADO POR UMA ROTINA DE DIAGNOSE QUE VERIFICA O SEU CORRETO FUNCIONAMENTO.

10 EOBD European On Board Diagnostics DIAGNÓSTICO A BORDO – EUROPEU É UMA VARIAÇÃO EUROPÉIA DO OBD II É MAIS SOFISTICADO, POIS UTILIZA MAPAS DE ENTRADA DOS SENSORES BASEADAS NA OPERAÇÃO DO MOTOR, OU SEJA, PODE SUBSTITUIR OS VALORES DO SENSOR EM CASO DE FALHA DO MESMO. UMA DAS DIFERENÇAS ESTÁ NO MONITORAMENTO DAS EVAPORAÇÕES DO TANQUE.

11 VEÍCULOS

12 CONECTOR PADRÃO

13 O CONECTOR TER AS MESMAS POSIÇÕES DE ALIMENTAÇÃO E COMUNICAÇÕES DIFERENTES. ESTAR POSICIONADO PRÓXIMO A PORTA DO MOTORISTA.

14 CÓDIGO PADRÃO P0135 B= CARROÇARIA C= CHASSIS P= TREM DE FORÇA U= REDE

15 CÓDIGO PADRÃO P0135 0= GENÉRICO 1= ESPECÍFICO DO FABRICANTE

16 CÓDIGO PADRÃO P = DESIGNAÇÃO ESPECÍFICA DA FALHA

17 CÓDIGO PADRÃO P0135 FALHA GENÉRICA, NO TREM DE FORÇA, QUE IDENTIFICA MAU FUNCIONAMENTO NA SONDA LAMBDA

18 ALGUNS CÓDIGOS: P0102- Massa de Ar abaixo da faixa P0103- Massa de Ar acima da faixa P0171- Sistema Adaptativo muito pobre P0172- Sistema Adaptativo muito rico P1124- Borboleta fora da faixa P1460- Mau funcionamento do A/C

19 PERGUNTA POR QUE A BLAZER COM MOTOR V6 UTILIZA UM SISTEMA MULTEC DEFINIDO COMO OBD I+ ?

20 RESPOSTA POIS NESTE VEÍCULO, TEMOS MAIS FUNÇÕES QUE O OBD I COMPORTA, MAS NÃO TODOS OS PADRÕES DO OBD II, SERIA UM PADRÃO INTERMEDIÁRIO.

21 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA 23 MOTRONIC M Instrutor Scopino

22 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 22 2006 INSTRUTOR: SCOPINO SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA CÓDIGOS PADRÕES OBDII APRESENTAÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google