A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS."— Transcrição da apresentação:

1 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico

2 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Diagnóstico Diabetes Mellitus UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA DISCIPLINA: ENDOCRINOLOGIA/DIABETES Dr. João Furtado UNIVERSIDADE FEDERAL DO MARANHÃO – UFMA DISCIPLINA: ENDOCRINOLOGIA/DIABETES Dr. João Furtado

3 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Conceito Prevalência Importância Conceito Prevalência Importância

4 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I. Clínico: Sintomático Assintomático II. Sintomático: Poliúria Polidipsia Polifagia Perda de peso Vista turva Prurido vulvar Disfunção Eréctil Cansaço I. Clínico: Sintomático Assintomático II. Sintomático: Poliúria Polidipsia Polifagia Perda de peso Vista turva Prurido vulvar Disfunção Eréctil Cansaço - Adultos assintomáticos - 1/3 adultos não são diagnósticos - Adultos assintomáticos - 1/3 adultos não são diagnósticos DIAGNÓSTICO

5 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Associação Americana Diabetes: 1997 Diabetes tipo 1 Diabetes tipo 2 Diabetes gestacional Diabetes devido outras causas Defeito genético na função da célula beta Defeito genético na ação da insulina Doenças pancreáticas Drogas diabetogenicas Associação Americana Diabetes: 1997 Diabetes tipo 1 Diabetes tipo 2 Diabetes gestacional Diabetes devido outras causas Defeito genético na função da célula beta Defeito genético na ação da insulina Doenças pancreáticas Drogas diabetogenicas CLASSIFICAÇÃO DO DIABETES

6 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I. Sintomas de diabetes e causal glicemia plasmática 200mg/dl II. Glicemia jejum 126: 8 horas de jejum III. Glicemia 2 horas após 75g Dextrosol OGTT (OMS) 200mg/dl I. Sintomas de diabetes e causal glicemia plasmática 200mg/dl II. Glicemia jejum 126: 8 horas de jejum III. Glicemia 2 horas após 75g Dextrosol OGTT (OMS) 200mg/dl CRITÉRIOS

7 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I. Todas pessoas 45 anos: em caso Normal Nova avaliação 3 anos II. IMC 25 kg/m² III. Historia familiar IV. População alto risco Hispano-americano Índios Pima americano Africano americano Asiático americano, etc I. Todas pessoas 45 anos: em caso Normal Nova avaliação 3 anos II. IMC 25 kg/m² III. Historia familiar IV. População alto risco Hispano-americano Índios Pima americano Africano americano Asiático americano, etc CRITÉRIOS PARA INVESTIGAÇÃO DO DIABETES MELLITUS - ASSINTOMÁTICOS

8 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico V. Historia obstétrica – macrossomia VI. Hipertensão arterial PA 140/90 mmHg VII. HDL colesterol 35 mg/dl triglicerideos 250 mg/dl VIII. Testes prévios alterados IGT IX. Outras condições associadas com resistência a Insulina (SOP ou Acantose nigricans) V. Historia obstétrica – macrossomia VI. Hipertensão arterial PA 140/90 mmHg VII. HDL colesterol 35 mg/dl triglicerideos 250 mg/dl VIII. Testes prévios alterados IGT IX. Outras condições associadas com resistência a Insulina (SOP ou Acantose nigricans) CRITÉRIOS PARA INVESTIGAÇÃO DO DIABETES MELLITUS - ASSINTOMÁTICOS

9 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I. IMC > 85º - percentil para idade e sexo ou peso para altura > 85º percentil ou peso > 120% do peso ideal para estatura. Fatores de risco História familiar de diabetes tipo 2 (pacientes do 1º e 2º) Raça – índios americanos, afro-americanos, hispânicos, ilhas da Ásia/Pacifico Sinais de resistência a insulina ou condições associada com RI (acantose nigricans, hipertensão arterial, dislipidemia e SOP) I. IMC > 85º - percentil para idade e sexo ou peso para altura > 85º percentil ou peso > 120% do peso ideal para estatura. Fatores de risco História familiar de diabetes tipo 2 (pacientes do 1º e 2º) Raça – índios americanos, afro-americanos, hispânicos, ilhas da Ásia/Pacifico Sinais de resistência a insulina ou condições associada com RI (acantose nigricans, hipertensão arterial, dislipidemia e SOP) CRITÉRIOS DO DIABETES TIPO 2 NA CRIANÇA

10 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico II. Idade de início: idade 10 anos ou início da puberdade. III. Freqüência cada 2 anos IV. Teste: glicemia plasmática jejum II. Idade de início: idade 10 anos ou início da puberdade. III. Freqüência cada 2 anos IV. Teste: glicemia plasmática jejum CRITÉRIOS DO DIABETES TIPO 2 NA CRIANÇA

11 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Objetivos: I.Motivar, apoiar e educar o paciente II.Evitar internações desnecessárias III.Avaliação da terapêutica se vem sendo obedecida. Reajuste SOS. Mudança ou associações medicamentosas IV.Avaliar o grau de controle do diabetes V.Avaliar a presença de complicações VI.Assegurar ao paciente a sua medicação VII.Perguntas e respostas: Dúvidas. Objetivos: I.Motivar, apoiar e educar o paciente II.Evitar internações desnecessárias III.Avaliação da terapêutica se vem sendo obedecida. Reajuste SOS. Mudança ou associações medicamentosas IV.Avaliar o grau de controle do diabetes V.Avaliar a presença de complicações VI.Assegurar ao paciente a sua medicação VII.Perguntas e respostas: Dúvidas. ACOMPANHAMENTO DO DIABETES MELLITUS

12 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Explicar a importância das consultas para paciente e familiares Participação da equipe multidisciplinar Agendar o retorno do paciente Orientação do paciente em caso de emergência: Hospital, telefone para contato, etc. Identificar serviços de apoio a população diabética Explicar a importância das consultas para paciente e familiares Participação da equipe multidisciplinar Agendar o retorno do paciente Orientação do paciente em caso de emergência: Hospital, telefone para contato, etc. Identificar serviços de apoio a população diabética ACOMPANHAMENTO DO DIABETES MELLITUS

13 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Dr. João Furtado Diabetes Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Diabetes Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico

14 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.Controle metabólico DCCT 1.UKPDS 1.Metas ADA CONSIDERAÇÕES GERAIS 1.Controle metabólico DCCT 1.UKPDS 1.Metas ADA

15 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico METAS - ADA Glicemia em jejum< 110 mg/dl Glicemia pós-prandial< 140 mg/dl Glicemia ao deitar100 – 140 mg/dl Colesterol total< 200 mg/dl Hemoglobina glicada< 7% LDL: Colesterol< 100 mg/dl HDL: Colesterol> 45 mg/dl Triglicerídeos< 150 Pressão arterial< 135/80 mmHg IMC20 – 24,9 METAS - ADA Glicemia em jejum< 110 mg/dl Glicemia pós-prandial< 140 mg/dl Glicemia ao deitar100 – 140 mg/dl Colesterol total< 200 mg/dl Hemoglobina glicada< 7% LDL: Colesterol< 100 mg/dl HDL: Colesterol> 45 mg/dl Triglicerídeos< 150 Pressão arterial< 135/80 mmHg IMC20 – 24,9

16 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico SULFONILUREIAS 1ª Geração Clorpropamida 2ª Geração Glibenclamida, glicazida, glipizida 3ª Geração Glimiperida SULFONILUREIAS 1ª Geração Clorpropamida 2ª Geração Glibenclamida, glicazida, glipizida 3ª Geração Glimiperida

17 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico SULFONILUREIAS MECANISMO DE AÇÃO Ligação da substância ao receptor específico do canal de potássio ATP – dependente SUR I Fechamento do canal de Potássio Despolarização celular Abertura dos canais de Cálcio Entrada de Cálcio Secreção de Insulina SULFONILUREIAS MECANISMO DE AÇÃO Ligação da substância ao receptor específico do canal de potássio ATP – dependente SUR I Fechamento do canal de Potássio Despolarização celular Abertura dos canais de Cálcio Entrada de Cálcio Secreção de Insulina

18 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico SULFONILUREIAS - ADO D Ação DI D MédD Max T Clopropamida25036/ Glimiperida1,2,4,618/241 mg Glibenclamida5 mg12/242, Glipizida5 mg6/245 mg Glicazida30 mg6/2430 mg SULFONILUREIAS - ADO D Ação DI D MédD Max T Clopropamida25036/ Glimiperida1,2,4,618/241 mg Glibenclamida5 mg12/242, Glipizida5 mg6/245 mg Glicazida30 mg6/2430 mg

19 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico ADO - INDICAÇÕES Diabetes tipo 2 Duração < 5 anos – necessidades < 40 unidades CONTRA – INDICAÇÕES Diabetes tipo 1 Cirurgia Infecção Gravidez Lactação Nefropatia Hepatopatia ADO - INDICAÇÕES Diabetes tipo 2 Duração < 5 anos – necessidades < 40 unidades CONTRA – INDICAÇÕES Diabetes tipo 1 Cirurgia Infecção Gravidez Lactação Nefropatia Hepatopatia

20 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico FALÊNCIA PRIMARIA FALÊNCIA SECUNDÁRIA 5 – 10% cada ano Exaustão das células beta Dessensibilização devido estímulo continuo Efeito inibitório direto no próprio canal FALÊNCIA PRIMARIA FALÊNCIA SECUNDÁRIA 5 – 10% cada ano Exaustão das células beta Dessensibilização devido estímulo continuo Efeito inibitório direto no próprio canal

21 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico ADO 1.Glinidas Repaglinida* Nateglinida** 2. Secretagogos de Insulina Hiperglicemia pós-prandial 3. Mecanismo-ação Fechamento dos canais de Potássio ATP dependentes Receptor SUR * Ação 3 -5 horas (repaglinida) ** Ação 2 horas (nateglinida) ADO 1.Glinidas Repaglinida* Nateglinida** 2. Secretagogos de Insulina Hiperglicemia pós-prandial 3. Mecanismo-ação Fechamento dos canais de Potássio ATP dependentes Receptor SUR * Ação 3 -5 horas (repaglinida) ** Ação 2 horas (nateglinida)

22 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico ADO comp.DIDMax Repaglinida0,5-1mg1-2mg cada refeição16mg/dia Nateglinida120 mg120mg cada refeição720 mg/dia 4. EFEITOS COLATERAIS Hipoglicemia: rara Outros ADO comp.DIDMax Repaglinida0,5-1mg1-2mg cada refeição16mg/dia Nateglinida120 mg120mg cada refeição720 mg/dia 4. EFEITOS COLATERAIS Hipoglicemia: rara Outros

23 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico BIGUANIDAS AÇÃO Diminuição da gliconeogenese Diminuição da glicogenolise OUTROS anorexia diminuição intestinal da glicose aumento da captação da glicose pelos músculos e adipócitos BIGUANIDAS AÇÃO Diminuição da gliconeogenese Diminuição da glicogenolise OUTROS anorexia diminuição intestinal da glicose aumento da captação da glicose pelos músculos e adipócitos

24 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico BIGUANIDAS FARMACOCINÉTICA absorção intestino delgado pico concentração plasmática 1-2horas meia vida 2 -5 horas eliminação renal METFORMINAComp.DIDMaxTomada/dia 500mg500-1 g2500mg/dia mg 1g BIGUANIDAS FARMACOCINÉTICA absorção intestino delgado pico concentração plasmática 1-2horas meia vida 2 -5 horas eliminação renal METFORMINAComp.DIDMaxTomada/dia 500mg500-1 g2500mg/dia mg 1g

25 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico TIAZOLIDENEDIONAS MECANISMO DE AÇÃO Ativação dos receptores celular PPAR gama Estimula os transportadores de glicose em celulas musculares e adipocitos Aumentam a síntese de glicogeneo Captação e oxidação de glicose Diminuição da liberação hepática da glicose TIAZOLIDENEDIONAS MECANISMO DE AÇÃO Ativação dos receptores celular PPAR gama Estimula os transportadores de glicose em celulas musculares e adipocitos Aumentam a síntese de glicogeneo Captação e oxidação de glicose Diminuição da liberação hepática da glicose

26 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico TIAZOLIDENEDIONAS FARMACOCINETICA Via oralRosiglitazona Pioglitazona Meia vidaRosiglitazona3-4 horas Pioglitazona 3-7 horas Metabolismo Figado Excreção Rosiglitazona70% urinária, 30% fecal Pioglitazona 70 – 80% via biliar 30 – 20% urinária TIAZOLIDENEDIONAS FARMACOCINETICA Via oralRosiglitazona Pioglitazona Meia vidaRosiglitazona3-4 horas Pioglitazona 3-7 horas Metabolismo Figado Excreção Rosiglitazona70% urinária, 30% fecal Pioglitazona 70 – 80% via biliar 30 – 20% urinária

27 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico ROSIGLITAZONA Comp.Dose I D MaxTomada 4 – 8 mg PIOGLITAZONA Comp.Dose I D Max Tomada Mg1-2 ROSIGLITAZONA Comp.Dose I D MaxTomada 4 – 8 mg PIOGLITAZONA Comp.Dose I D Max Tomada Mg1-2

28 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico DROGAS QUE DIMINUEM A ABSORÇÃO DE GLICOSE Inibidores de alfa-glicosidase Acarbose, Miglitol, Voglibone AÇÃO Agem nas enzimas alfa-glicosidases de forma competiva – alterando absorção de glicídeos. DROGAS QUE DIMINUEM A ABSORÇÃO DE GLICOSE Inibidores de alfa-glicosidase Acarbose, Miglitol, Voglibone AÇÃO Agem nas enzimas alfa-glicosidases de forma competiva – alterando absorção de glicídeos.

29 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico EFEITOS COLATERAIS Gastro-intestinais Flatulência73% Diarréia44% Desconforto abdominal25% Hepatoxicidade Monitorizar enzimas hepáticas comp.Dose diáriaTomadas Acarbose50-100mg75-300mg3 Miglitol mg75-300mg3 EFEITOS COLATERAIS Gastro-intestinais Flatulência73% Diarréia44% Desconforto abdominal25% Hepatoxicidade Monitorizar enzimas hepáticas comp.Dose diáriaTomadas Acarbose50-100mg75-300mg3 Miglitol mg75-300mg3

30 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico INCRETINAS São hormônios intestinais que são liberados na circulação após ingestão de alimentos e que estimulam a secreção de insulina. INIBIDORES DA DIPEPTIDIL E PEPTIDASE 4 Sitagliptina 50mg Vildagliptina 50mg INCRETINAS São hormônios intestinais que são liberados na circulação após ingestão de alimentos e que estimulam a secreção de insulina. INIBIDORES DA DIPEPTIDIL E PEPTIDASE 4 Sitagliptina 50mg Vildagliptina 50mg

31 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico ESCOLHA MEDICAMENTOS - ADO I. Glicemias II. Idade III. IMC IV. Doenças concomitantes: infecção ? V. Complicações crônicas existente VI. Contra indicações dos ADO VII. Possíveis interações medicamentosa ESCOLHA MEDICAMENTOS - ADO I. Glicemias II. Idade III. IMC IV. Doenças concomitantes: infecção ? V. Complicações crônicas existente VI. Contra indicações dos ADO VII. Possíveis interações medicamentosa

32 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico TRATAMENTO – ADO RESULTADOS APÓS USO DROGAS ORAIS SubstânciaRedução na AIC %Redução glicemia Sulfonilureia0,8 – mg Metiglinidas0,5 – mg Metformina1,5 – mg Glitazonas0,5 – 1,525-50mg Acarbose0,7 a mg TRATAMENTO – ADO RESULTADOS APÓS USO DROGAS ORAIS SubstânciaRedução na AIC %Redução glicemia Sulfonilureia0,8 – mg Metiglinidas0,5 – mg Metformina1,5 – mg Glitazonas0,5 – 1,525-50mg Acarbose0,7 a mg

33 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Glicemia em jejum < 110 mg/dl – 270 Sintomas > 270 Sintomas HbA1c Normal HbA1c Aumentada Metformina ou Glitazona Resp. inad. Acrescentar gliptina ou 2º sensibilizador ou glinida ou acarbose Adicionar sulfoniluréia Adicionar insulina Acarbose ou glinida Resp. inadequada Resp. inad. Manter conduta Metformina ou gliptina ou glitazona Acrescentar 2º sensibilizador Metformina ou glitazona ou gliptina + sulfoniluréia Insulina + Sensibilizador de insulina Resp. inadequada ALGORITMO TERAPÊUTICO

34 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Intervenções Alteração na A1C VantagensDesvantagens INICIAL Perda de peso, atividade física 1 - 2% Custo Perda por + 1 ano Metformina 1 – 5% Peso: N Custo Efeitos G. Intestinais Acidose láctea rara TERAPIA ADICIONAL Insulina 1,5 – 2,5% Custo Melhora perfil lipídico Injeção, monitorar hipoglicemia Peso Sulfoniluréia 1,5% Custo Peso Hipoglicemia Glitazonas 0,5 – 1,4% Melhorar o perfil lipídico Retenção hídrica Peso, Custo Inibidores da Alfaglicosidase 0,5 – 1,0% Peso: NEfeitos G. Intestinais Dose 3x, Custo Exanatide 0, 5 – 1,0% Peso Injetável Efeitos G. Intestinais Custo Glinidas 1 – 1,5% Curta Duração Dose 3x/dia, Custo Pramlintide 0,5 – 1% Curta Duração Peso Injetável 3x/dia, Efeitos G. Intestinais, Experiência limitada Inibidores de DPP-4 0,6 – 0,9% Peso Inalterado e Boa tolerabilidade Interferência com a função imune, Custo

35 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Iniciar 10 unds ou 0,2 unds /Kg às 21 – 22 h Insulina ação intermediária Glicemia jejum diariamente Reajuste: 2 unds, 3/3 dias, glicemia jejum, 70 – 130 mg/dl 4 unds, 3/3 dias, glicemia jejum > 180mg/dl Hipoglicemia < 70 mg/dl Dose Insulina Ceia, reduzir 4und ou 10% dose insulina 60 unids. Controle: A1C 7%: 2 – 3 meses Continuar com o regime: A1C 3/3 meses NÃO Glicemia Pré-almoço Pré-jantar Ceia 2ª Dose: Insulina Iniciar 4 und Ajustar 3/3 dias 2 unds Pré-Almoço: insulina Ação Rápida: Café da Manhã Pré-Jantar: Insulina NPH: Café da Manhã Insulina ação rápida: almoço Ceia: Insulina ação rápida: Jantar Continua com controle A1C 3/3 meses 7% SIM INSULINOTERAPIA avaliar glicemia 2 h, pós-prandial e ajustar a insulina ação rápida pré-prandial. continuar regime NÃOSIM ALGORITMO TERAPÊUTICO

36 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Diagnóstico Intervenção – Estilo de Vida + Metformina A1C 7%NãoSim Insulina Basal (efetiva) SulfoniluréiaGlitazona Hipoglicemia Não NãoSim Insulina Glitazona NãoSim Insulina Basal Glitazona e Sulfoniluréia NãoSim Sulfoniluréia Insulina NãoSim Insulina Basal, Intensificar Insulina A1C 7% ALGORITMO TERAPÊUTICO

37 I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico Obrigado !


Carregar ppt "I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS FARMACÊUTICAS Diabetes- Do Diagnóstico ao acompanhamento farmacoterapêutico I CONGRESSO NORTE/NORDESTE DE CIÊNCIAS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google