A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A TEORIA DE WILLIAM HEARD KILPATRICK MATERIAL ELABORADO PARA FINS DIDÁTICOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A TEORIA DE WILLIAM HEARD KILPATRICK MATERIAL ELABORADO PARA FINS DIDÁTICOS."— Transcrição da apresentação:

1 A TEORIA DE WILLIAM HEARD KILPATRICK MATERIAL ELABORADO PARA FINS DIDÁTICOS

2 APRENDIZAGEM POR PROJETOS APRENDIZAGEM POR PROJETOS é uma atualização do Método de projetos proposto por Kilpatrick ( ); APRENDIZAGEM POR PROJETOS é uma atualização do Método de projetos proposto por Kilpatrick ( ); Todo ensinamento (conhecimento) deve proceder da experiência e se organizar em torno do trabalho produtivo. Todo ensinamento (conhecimento) deve proceder da experiência e se organizar em torno do trabalho produtivo. Só uma atividade aceita e projetada pelos alunos pode fazer da vida escolar uma vida que eles sintam que vale a pena viver. Só uma atividade aceita e projetada pelos alunos pode fazer da vida escolar uma vida que eles sintam que vale a pena viver.

3 APRENDIZAGEM POR PROJETOS O Método dos Projetos de Kilpatrick parte de problemas reais, do dia-a-dia do aluno. O Método dos Projetos de Kilpatrick parte de problemas reais, do dia-a-dia do aluno. Todas as atividades escolares realizam-se através de projetos preferencialmente desenvolvidos num ambiente natural. Todas as atividades escolares realizam-se através de projetos preferencialmente desenvolvidos num ambiente natural. Exemplo: Construção de um aquecedor solar (assim os alunos poderiam aprender ciências, linguagem, geometria, desenho, matemática, etc.) Exemplo: Construção de um aquecedor solar (assim os alunos poderiam aprender ciências, linguagem, geometria, desenho, matemática, etc.)

4 APRENDIZAGEM POR PROJETOS Kilpatrick classificou os projetos em quatro grupos: a) de produção: no qual se produzia algo; b) de consumo: no qual se aprendia a utilizar algo já produzido; c) para resolver um problema e d) para aperfeiçoar uma técnica de aprendizagem. Kilpatrick classificou os projetos em quatro grupos: a) de produção: no qual se produzia algo; b) de consumo: no qual se aprendia a utilizar algo já produzido; c) para resolver um problema e d) para aperfeiçoar uma técnica de aprendizagem.

5 APRENDIZAGEM POR PROJETOS São características de um bom projeto: a) ser uma atividade motivada por meio de uma consequente intenção; b) caracterizar-se como um plano de trabalho, de preferência manual; c) constituir-se de atividades que impliquem uma diversidade globalizada de ensino; d) ser uma atividade que se dê num ambiente natural. São características de um bom projeto: a) ser uma atividade motivada por meio de uma consequente intenção; b) caracterizar-se como um plano de trabalho, de preferência manual; c) constituir-se de atividades que impliquem uma diversidade globalizada de ensino; d) ser uma atividade que se dê num ambiente natural.

6 APRENDIZAGEM POR PROJETOS Princípios: a) princípio da situação problemática: o projeto surge de um problema que desperta o interesse do aluno, a ponto dele desejar resolvê-lo; b) princípio da experiência real anterior: em que só a experiência garante o êxito; c) princípio da eficácia social: o projeto deve ser executado em conjunto e para elucidar questões que garantam uma boa convivência. Princípios: a) princípio da situação problemática: o projeto surge de um problema que desperta o interesse do aluno, a ponto dele desejar resolvê-lo; b) princípio da experiência real anterior: em que só a experiência garante o êxito; c) princípio da eficácia social: o projeto deve ser executado em conjunto e para elucidar questões que garantam uma boa convivência.

7 APRENDIZAGEM POR PROJETOS O Método de Projetos é uma estratégia de ensino- aprendizagem que visa, por meio da investigação de um tema ou problema, articular teoria e prática. O Método de Projetos é uma estratégia de ensino- aprendizagem que visa, por meio da investigação de um tema ou problema, articular teoria e prática. Gera aprendizagem diversificada e em tempo real, inserida em novo contexto pedagógico no qual o aluno é agente na produção do conhecimento. Gera aprendizagem diversificada e em tempo real, inserida em novo contexto pedagógico no qual o aluno é agente na produção do conhecimento. Rompe com a imposição de conteúdos de forma rígida e pré- estabelecida, incorporando-os na medida em que se constituem como parte fundamental para o desenvolvimento do projeto. Rompe com a imposição de conteúdos de forma rígida e pré- estabelecida, incorporando-os na medida em que se constituem como parte fundamental para o desenvolvimento do projeto.

8 DESENVOLVIMENTO DO PROJETO O desenvolvimento de um projeto envolve três momentos: O desenvolvimento de um projeto envolve três momentos: O primeiro: a problematização, momento no qual o tema ou problema é escolhido ou negociado pelo grupo. O ponto fundamental dessa decisão diz respeito à motivação. O primeiro: a problematização, momento no qual o tema ou problema é escolhido ou negociado pelo grupo. O ponto fundamental dessa decisão diz respeito à motivação.

9 DESENVOLVIMENTO DO PROJETO O segundo momento é o desenvolvimento, no qual são elaboradas estratégias para buscar respostas ao problema proposto. O segundo momento é o desenvolvimento, no qual são elaboradas estratégias para buscar respostas ao problema proposto. Para isso, torna-se recomendável estimular o uso de espaços alternativos de aprendizagem, como: bibliotecas, ambientes reais de trabalho, realização de entrevistas e palestras, etc. Para isso, torna-se recomendável estimular o uso de espaços alternativos de aprendizagem, como: bibliotecas, ambientes reais de trabalho, realização de entrevistas e palestras, etc.

10 DESENVOLVIMENTO DO PROJETO O terceiro momento é a síntese, a sistematização do conhecimento elaborado e o ponto de partida para novos projetos. O terceiro momento é a síntese, a sistematização do conhecimento elaborado e o ponto de partida para novos projetos. É neste momento que se avalia o trabalho realizado – Os objetivos inicialmente propostos foram ou não alcançados? É neste momento que se avalia o trabalho realizado – Os objetivos inicialmente propostos foram ou não alcançados? De modo geral, a avaliação, dentro da ótica dos projetos, é desenvolvida ao longo de todo o processo, buscando verificar a capacidade do aluno de resolver uma situação problemática real, dando enfoque para a mobilização e articulação de recursos De modo geral, a avaliação, dentro da ótica dos projetos, é desenvolvida ao longo de todo o processo, buscando verificar a capacidade do aluno de resolver uma situação problemática real, dando enfoque para a mobilização e articulação de recursos


Carregar ppt "A TEORIA DE WILLIAM HEARD KILPATRICK MATERIAL ELABORADO PARA FINS DIDÁTICOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google