A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AULA TÉCNICA 31 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: ME 7.3 H4 INTRODUÇÃO.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AULA TÉCNICA 31 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: ME 7.3 H4 INTRODUÇÃO."— Transcrição da apresentação:

1 AULA TÉCNICA INSTRUTOR: SCOPINO

2 SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: ME 7.3 H4 INTRODUÇÃO

3 ENVIE SUAS DÚVIDAS À UMEC TEMOS PLANTÃO DE DÚVIDAS AO VIVO COM O INSTRUTOR SCOPINO NO FINAL DESTA AULA.

4 INFORMAÇÕES TÉCNICAS AO ALUNO UMEC GRP NA PÁGINA INICIAL DO SITE UMEC

5 Já tivemos aula sobre as falhas gerais no sistema de injeção eletrônica MOTRONIC. Agora veremos: A INTRODUÇÃO DO SISTEMA ME 7.3 H4

6 DIAGRAMAÇÃO E C U ME 7.3 H4 TEMP. ÁGUA TEMP. AR ROTAÇÃO MAP POSIÇÃO BORBOLETA DETONAÇÃO SENSOR DE OXIGÊNIO INJETORES BOBINA CANISTER CORPO DE BORBOLETA RELÉ BOMBA LÂMPADA DE DIAGNOSE CONECTOR DIAGNOSE RELÉ AR COND. SENSOR DE FASE – VIA SOFTWARE REDE CAN PEDAL ACELERADOR

7 INTRODUÇÃO A PARTIR DE 2001, MAIS UM SALTO DE TECNOLOGIA FOI APLICADO EM GRANDE ESCALA NOS VEÍCULOS DA LINHA FIAT. COM OS NOVOS MOTORES DA FAMÍLIA FIRE, COM MOTORES v E v, SISTEMAS MAIS MODERNOS FORAM APLICADOS NESTES VEÍCULOS.

8 DETALHE EXTERNO

9 DETALHE DO MOTOR MOTOR FIRE V

10 CONECTOR DE DIAGNOSE

11 CENTRAL DA INJEÇÃO EXTREMAMENTE COMPACTA A ECU ME 7.3 H4, É, AINDA HOJE, DE TECNOLOGIA DE PONTA, COM UM PROCESSADOR RÁPIDO, É FIXA JUNTO AO CORPO DE BORBOLETA, SUPORTANDO ALTA TEMPERATURA E VIBRAÇÕES, ALÉM DE UMIDADE E CAMPO MAGNÉTICO.

12 ECU ME

13 MAIS DETALHES POSSUI 02 CONECTORES, O CONECTOR A (LIGAÇÃO AO MOTOR) E O B (LIGAÇÃO EXTERNA). É CONSIDERADA MICRO-HÍBRIDA E UTILIZA O ACIONAMENTO DA BORBOLETA POR DRIVE BY WIRE, QUE É O ACELERADOR ELETRÔNICO, OU SEJA, SEM A UTILIZAÇÃO DE CABO DE ACELERADOR.

14 PEDAL DO ACELERADOR

15 DUAS APLICAÇÕES TEMOS NA FAMÍLIA PÁLIO, CHAMADA DE GERAÇÃO 2, NOS PRIMEIROS 6 MESES DO ANO 2000 A APLICAÇÃO DA INJEÇÃO ME 7.3 H4. PORÉM, NO SEGUNDO SEMESTRE, COM A CHEGADA DA FAMÍLIA PÁLIO G3, ESTÁ CONJUGADO COM O SISTEMA Ve.N.I.C.E., QUE É A REDE CAN DE COMUNICAÇÃO.

16 PAINEL DE INSTRUMENTOS

17 DICA TÉCNICA OS MOTORES COM ESTA INJEÇÃO, É CHAMADO DE FIRE. QUE É UM MOTOR COM MONTAGEM ROBOTIZADA. COM O SISTEMA ME 7.3 H4 É APLICADO APENAS NOS MOTORES v E v ATÉ NOS DEMAIS MOTORES SÃO UTILIZADOS SISTEMA MARELLI.

18 ESTRATÉGIA: PLENA CARGA EM CONDIÇÕES DE MÁXIMA ACELERAÇÃO A ECU UTILIZA PARÂMETROS BÁSICOS DE ROTAÇÃO E SENSOR MAP, E DE POSIÇÃO DE BORBOLETA E PEDAL DO ACELERADOR, AUMENTANDO O TI PARA SE OBTER A MÁXIMA POTÊNCIA DO MOTOR. QUEM DEFINE A ABERTURA DA BORBOLETA É A ECU.

19 ESTRATÉGIA: DESACELERAÇÃO QUANDO A QUANTIDADE DE COMBUSTÍVEL REQUERIDA DIMINUE, A ECU RECONHECE PELOS SINAIS ENVIADOS PELOS SENSORES, E USA O SENSOR DE VELOCIDADE PARA AS ESTRATÉGIAS DE CUT-OFF E DE DASH-POT. CUT-OFF= CORTE DO COMBUSTÍVEL DASH-POT= RETARDAMENTO

20 CORPO DE BORBOLETA - ME

21 PERGUNTA SE O VEÍCULO NÃO TEM CABO DE ACELERADOR, COMO FAÇO PARA ACELERAR O VEÍCULO PARA TESTES PELO COMPARTIMENTO DO MOTOR ?

22 RESPOSTA A ACELERAÇÃO SOMENTE É POSSÍVEL PELO PEDAL DO ACELERADOR, E NÃO DEVE SER FORÇADA A ABERTURA MANUAL DA BORBOLETA COM A IGNIÇÃO LIGADA.

23 OBRIGADO PELO ACOMPANHAMENTO DAS AULAS. ATÉ A PRÓXIMA: INJEÇÃO ELETRÔNICA 32 ME 7.3 H4 SENSORES Instrutor Scopino

24 E AGORA VAMOS AO VIVO AO PLANTÃO DE DÚVIDAS COM O SCOPINO UMEC – UNIVERSIDADE DO MECÂNICO


Carregar ppt "AULA TÉCNICA 31 2006 INSTRUTOR: SCOPINO. SCOPINO TREINAMENTOS INJEÇÃO ELETRÔNICA SISTEMA: ME 7.3 H4 INTRODUÇÃO."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google